Como calcular os orçamentos de Buffet?

- Patrocinado -

Compreender e aprender a calcular os orçamentos de buffet ajuda na definição adequada dos preços para os serviços oferecidos.

Apresentar menus atrativos e proporcionar um atendimento de qualidade são fatores essenciais para atrair clientes. Contudo, não realizar uma precificação precisa pode trazer prejuízos no futuro.

Segundo dados do Sebrae, cerca de 25% das empresas no Brasil encerram suas atividades antes de completar dois anos, muitas vezes devido à incapacidade de atingir os níveis esperados de lucratividade.

Embora o preço seja certamente um chamariz, quando não planejado estrategicamente, pode comprometer seriamente o empreendimento.

Portanto, encontrar um valor que seja atrativo para os clientes e que ao mesmo tempo garanta uma margem de lucro ao empreendedor, pode ser desafiador, porém, não é impossível.

Neste artigo, vamos mostrar quais são os elementos de despesa que estão envolvidos no serviço de buffet, fornecendo a você, informações necessárias na precificação dos seus serviços. Portanto, continue lendo para obter mais detalhes!

Você quer atrair clientes para seu buffet?

Nossa plataforma de marketing para buffets pode te ajudar. Conectamos clientes e buffets.

Visibilidade - Milhares de pessoas interessadas encontrando seu buffet em nosso catálogo online.

Mini Site - Você ganha um mini site para apresentar seu buffet de forma profissional.

Mídia Paga & SEO - Divulgamos a plataforma no Facebook, Instagram e Google.

Quais são os gastos de um buffet?

Para conhecer os orçamentos de buffet, é preciso entender os gastos envolvidos em todos os estágios do processo.

Não é possível determinar preços para os serviços de buffet sem primeiro compreender os custos associados à alimentação, mão de obra e entre outras contas e despesas pertinentes.

Para isso você pode separar esses gastos em 3 formas distintas:

  • Custo de Produção: Esse item engloba tanto a mão de obra, (como salários dos funcionários), quanto às matérias-primas utilizadas, (como alimentos, ingredientes, embalagens, copos descartáveis, entre outros utensílios de buffet);
  • Custos Variáveis: estão vinculados à demanda do buffet, ou seja, à medida que a produção aumenta, esses custos crescem juntos. Exemplo: impostos, taxas de cartões de crédito, taxas de maquininhas de pagamento, entre outros;
  • Custos Fixos: são despesas mensais associadas à operação contínua do buffet, que se mantém, mesmo o estabelecimento permanecendo fechado. Exemplos: aluguel do espaço para festas, contas de água, luz, telefone, etc.

Além desses aspectos, os buffets ainda podem contar com as despesas de CAC (Custo de Aquisição de Clientes), ou seja, gastos adicionais relacionados à promoção e divulgação dos serviços.

É importante notar que esse tipo de investimento tem o potencial de gerar retorno, visto que está direcionado a atrair clientes para o buffet.

Sendo assim, você deve colocar na ponta do lápis, todo o valor investido para conquistar clientes.

Isso pode incluir estratégias de marketing digital para buffets, como anúncios online, criação de sites, distribuição de panfletos e utilização de plataformas especializadas na promoção de buffets, como a “Buffets perto de mim”.

Como precificar seus serviços?

Como calcular os orçamentos de Buffet? - Como precificar seus serviços? | Buffets Perto de Mim

Agora que você já está familiarizado com os orçamentos de buffet, você pode começar a pensar em como precificar o seu trabalho, tendo em mente todos os elementos envolvidos no processo, como mão de obra, compra de produtos, contas a pagar, entre outros.

Portanto, ao elaborar orçamentos para buffets, leve os seguintes pontos em consideração:

Calcule o Retorno Sobre o Investimento (ROI)

O ROI, conhecido como Retorno Sobre Investimento, tem a função de contabilizar o tempo exigido para recuperar o capital investido.

Para calcular o ROI, basta dividir o lucro adquirido com o buffet, pelo valor total investido.

O resultado será um número que varia entre -100% (indicando prejuízo) e infinito (indicando lucro). Quanto mais elevado esse valor, melhor é a situação.

Na internet há muitas ferramentas online que podem te ajudar a calcular o ROI.

Defina uma margem de lucro

Ao pensar em como precificar os serviços de buffet, determine uma margem de lucro que proporcione um bom retorno e permita uma gestão financeira.

Se a receita gerada cobre apenas os custos de produção, significa que a margem de lucro está insuficiente.

Nesse cenário, é importante ponderar a possibilidade de ajustar o preço do serviço para cima ou buscar maneiras de reduzir custos em áreas específicas.

O objetivo é assegurar uma margem de lucro que proporcione um capital de giro adequado.

Informe-se sobre seus clientes em potencial

Antes de determinar a base de preços do seu buffet, você precisa conhecer seu público-alvo. Isso permite saber se as tarifas que você pretende cobrar são condizentes com a situação financeira dos seus clientes.

Afinal, fixar preços elevados sem considerar a disposição dos clientes em pagar por seus serviços pode não ser o melhor caminho.

Portanto, busque um equilíbrio nos preços, uma vez que agradar os clientes continua sendo uma das estratégias mais eficazes para o sucesso do empreendimento.

Leia também: 11 Tipos de clientes de um buffet

Analise os preços dos concorrentes

Uma forma de avaliar se o preço que você estipulou está bom para os clientes, é investigando os valores praticados pelos concorrentes.

Contudo, lembre-se de comparar com buffets que oferecem os mesmos tipos de serviços e que estejam situados na mesma localidade, afinal, os preços de um buffet em uma área nobre podem ser completamente distintos daqueles localizados em um bairro mais simples.

Utilizando essa estratégia, você não corre o risco de definir um valor que esteja abaixo ou muito acima do mercado.

Para saber qual o preço praticado pelos buffets da sua região, você pode utilizar a plataforma Buffets Perto de Mim, que facilita a interação entre clientes e proprietários de buffets, tornando mais fácil a solicitação de orçamentos.

Peça um orçamento para os buffets da região que você pretende atender, e veja quais são os preços praticados pelos seus concorrentes!

Calcule o custo médio por pessoa

Um dos métodos para precificar os serviços é definir um valor por pessoa.

O ideal é ter opções de menus bem definidos, para que assim, você possa calcular o custo médio por pessoa para cada uma das opções de cardápio.

Afinal, um buffet de brunch, por exemplo, não terá o mesmo preço de um cardápio destinado a um buffet de churrasco. Consequentemente, é essencial estabelecer um custo médio específico para cada menu.

Para saber o preço por pessoa, basta dividir o custo total do menu pela quantidade de pessoas que serão atendidas no dia do evento.

Suponhamos que você esteja organizando uma festa infantil com 50 convidados e o custo total do cardápio seja de R$800,00, logo, o custo por pessoa seria de R$16.

Mas lembre-se que esse valor é apenas dos gastos referentes a comida. Você também deve considerar os valores das bebidas, a remuneração dos funcionários e os investimentos em divulgação para o buffet.

Ao final, acrescente a margem de lucro desejada para garantir que o preço seja adequado tanto para você, como proprietário do buffet, quanto para os clientes que procuram por seus serviços.

Leia também: Quanto custa um buffet? E o que influencia no valor?

Tenha um sistema de gestão

Como foi observado, muitos fatores estão presentes na hora de determinar os orçamentos de um buffet, e isso demanda um nível de controle muito grande. Diante disso, muitos buffets investem em sistemas de gestão para auxiliá-los nesse processo.

Existem várias opções de softwares para buffets que oferecem diversas funcionalidades, como:

  • calcular o ROI;
  • fazer o gerenciamento de estoque;
  • monitoramento do fluxo de caixa;
  • comparar preços;
  • registro de fornecedores;
  • cadastro de clientes, entre outras tarefas relevantes para o negócio.

Ao adotar um sistema de gestão, você pode otimizar e simplificar as operações do seu buffet, além de garantir um melhor controle financeiro.

Leia também: Como montar um buffet atraente para o público?

Conclusão sobre orçamentos de buffet

O primeiro passo para determinar o preço dos seus serviços é conhecer os gastos do seu buffet. Seguindo os passos acima, você tem um controle efetivo e consegue mensurar todos os gastos relacionados ao negócio.

Começar a operação sem ter o conhecimento nos orçamentos do buffet, pode resultar em um preço que não esteja alinhado com as práticas do mercado, acarretando em prejuízo e outros problemas financeiros..

É preciso garantir que o preço adotado para os serviços seja suficiente para cobrir todas as despesas, ao mesmo tempo que reserva recursos para o capital de giro e margem de lucro.

A compreensão do seu negócio e o domínio sobre os custos de seu buffet vão permitir que você desenvolva um preço de venda lucrativo e competitivo, garantindo o sucesso da sua empresa.

Compartilhe nas redes sociais!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts populares

Guia de marketing para buffets!

Clique aqui para comprar agora